sábado, 4 de junho de 2011

Falando Sério
Por Herbert Lins*
A figura do Pistoleiro é conhecida desde a época do aparecimento de Borba Gato na História do Brasil, ou seja, desde o século passado esse personagem era contratado para praticar crimes de mandos ou de encomendas. O mesmo servia de mediador das lutas político-familiares, principalmente nos tempos das oligarquias no nordeste ou entre disputa por terras pelos Barões do Café. O estudioso do assunto Cesar Bandeira, afirma que o “sistema da pistolagem” parte do principio do poder econômico. A trama se ramifica quando o poder judicial e os órgãos de segurança pública se tornam responsáveis pela conversão do crime em legalidade. O que, juntamente com o apoio dos detentores de capital político ou econômico, permite a manutenção de um "lado legal" do ato criminoso como contraponto a algo que continuamente será posto "fora da lei". Assim, se faz necessário e urgente por parte da Assembléia Legislativa a instalação de uma CPI da Segurança Pública, para ter a finalidade de investigar e apurar os vários crimes de pistolagem no nosso Estado.

Encomenda
Crimes idênticos de pistolagem por encomenda já foram praticados a parlamentares mirins em nosso Estado, como é o caso do presidente da Câmara de Ouro Preto do Oeste, Edison Luiz Gasparotto (PR), que foi assassinado em agosto de 2007 quando jantava em um restaurante naquele município. A informação que se tem é que um homem se aproximou a pé e efetuou dois disparos fatais contra o vereador. Crime semelhante ao do vereador Jefferson Gomes, mais conhecido como PIPI (PHS) e do Empresário César da Farmácia, ambos aconteceram no município de Alto Paraíso recentemente.
Mando
Como tentativa de homicídio ou de mando que não deu certo, podemos citar o exemplo do prefeito de Machadinho do Oeste Marinho da Caerd (PV), que foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta vermelha que efetuaram aproximadamente três disparos, atingindo o seu braço. Recentemente no mesmo município, o vereador Eliomar Patrício, (PT) foi vítima de atentado a bala no quintal de sua residência na Linha MA 33. Esse quando foi desligar a bomba do poço, foi rendido e ao tentar se defender foi alvejado à queima roupa, ambos sobreviveram ao atentado.
Pólo
O Distrito de Vista Alegre do Abunã pertencente a Porto Velho ganhou a mídia nacional e internacional com o assassinato brutal do agricultor e líder do Movimento Camponês Corumbiara, Adelino Ramos, conhecido como Dinho, que foi morto na sexta-feira (27/05). O mesmo estava vendendo verduras que produzia no acampamento onde vivia quando foi assassinado a tiros por um motociclista. O pistoleiro logo foi identificado e preso pela ação conjunta da Polícia Civil e da Briosa Polícia Militar. Vista Alegre do Abunã, que é alegre só no nome, é considerada uma terra sem Lei e agora passa para a categoria de “Pólo do Crime”.
 Grilagem
A semana que passou, mais uma vez levou o Estado de Rondônia a mídia nacional e internacional. Infelizmente nosso Estado não apareceu bem na “fita” como dizem os mais jovens. Pois a “Operação Dinizia II” deflagrada pela Polícia Federal no Estado em parceria com as polícias estaduais (Civil e Militar) e Força Nacional de Segurança Pública, efetuou a prisão de 10 grandes madeireiros, considerados como integrantes de uma quadrilha especializada em invasão de terras públicas da União e exploração ilegal de madeiras. Os mesmos atuavam na região do distrito de Vista Alegre do Abunã/RO, divisa com o município de Lábrea/AM. É o “Arco do Fogo” fechando o cerco contra o desmatamento.
Rigor
Em reunião para tratar sobre a onda de violência na Amazônia ocorrida nessa semana que ceifou a vida de cinco líderes sindicais na região, o Ministro da Defesa Nelson Jobim (PMDB) disse que o Judiciário brasileiro é péssimo! Mas a fala dele foi a senha para que os governadores Simão Jatene (PSDB-PA), Omar Aziz (PMDB-AM) e Confúcio Moura (PMDB-RO) descessem o cacete na Justiça. A presidente Dilma Rousseff que estava presente não comentou o que Jobim e os governadores disseram. Resta a nós simples mortais esperar a tão sonhada agilidade judiciária, com a palavra os senhores Magistrados.
Queixa
Na mesma reunião, a presidente Dilma queixou-se do programa Terra Legal, afirmando que é “um atraso só”. Vale lembrar que o Terra Legal foi idealizado e criado ainda no governo Lula por inspiração do então ministro de Assuntos Estratégicos, Mangabeira Unger. Essa mesma figura anda prestando “consultoria gratuita” ao Governo do Estado com intuito de apresentar um modelo de desenvolvimento econômico para Rondônia. A equipe governamental deve abrir o olho e considerar as palavras da nossa presidente, que de bobinha não tem nada.
Agenda
Falando em Mangabeira Unger, o mesmo vem ao Estado no próximo dia 15 de junho e fará visitas aos Distritos de União Bandeirante e Jacy-Paraná, ambos pertencentes a Porto Velho. Depois vai a Buritis como estratégia de estudar e apresentar uma saída para tão sonhada estrada parque, ligando Buritis a Nova Mamoré. Considera-se essa estrada a redenção para Guajará-Mirim. Depois fará uma visita a Usina de Calcário do Estado localizada em Espigão do Oeste. Por fim, se reunirá com empresários e políticos do Cone Sul do Estado no município de Vilhena. O guia turístico dessa rodada de visita do Unger será o menino prodígio do Governador, ou seja, se trata do Allan França, atualmente secretário adjunto da SEDES.
Impunidade
A população de Porto Velho espera uma decisão dos nobres vereadores da Câmara Municipal de Porto Velho, bem como do professor Mário Jorge que é presidente municipal do PDT na capital, em relação ao vereador Chico Caçula (PDT), que recentemente foi condenado a seis anos de prisão em regime fechado por crime de pedofilia a uma menor de apenas 13 anos de idade.

*Colaborador
Publicado no Jornal Estadão do Norte
Em 04 de junho de 2011.

Um comentário:

Messias Fernandes disse...

Herbert Lins , admiro a forma com que o Senhor Expõe a verdade.
Continue assim cobrando ações mais justas para nosso Estado e Brasil.